Projeto

project

Experiência

Estratégia Europeia para o Emprego e a estratégia Europa 2020

PROGRESS é o programa comunitário para o emprego e a solidariedade social (em inglês, Community Programme for Employment and Solidarity). o programa visa apoiar financeiramente a realização dos objectivos da União Europeia nos domínios do emprego, dos assuntos sociais e da igualdade de oportunidades, tal como definidos na Agenda Social, bem como para os objectivos da Estratégia Europa 2020. Esta nova estratégia, tem uma forte dimensão social, visa transformar a UE numa economia inteligente, sustentável e inclusiva, com elevados níveis de emprego, produtividade e coesão social.

Iniciativa emblemática – New Skills for New Jobs

Foi criada para:

  • Promover uma melhor antecipação das necessidades do mercado de trabalho;
  • Desenvolver uma melhor adequação das competências apresentadas pelos trabalhadores às reais necessidades do mercado de trabalho;
  • Promover estratégias e sinergias entre o mundo da educação/ formação e o mercado de trabalho

Esta iniciativa pretende ajudar a CE a alcançar os objetivos de crescimento do emprego até 2020: 75% da população em idade ativa (20-64 anos);

Lançado em 2010, faz parte da estratégia definida na Agenda 2020 – promover um crescimento inteligente, sustentável e inclusivo nos próximos 10 anos e mais.

A Agenda também contribui para alcançar os objetivos da UE para obter uma  taxa inferior a 10% no abandono escolar precoce, mais jovens no ensino superior ou ensino equivalente (pelo menos 40%), bem como ter menos 20 milhões de pessoas em risco de pobreza e exclusão social em 2020.

A incompatibilidade entre as competências de procura e alimentação tem custos económicos e sociais elevados e contribui para o desemprego estrutural. A identificação precoce das necessidades de competências futuras permitirá aos prestadores de EFP prever quais as competências que serão mais procuradas no futuro, de modo a garantir um melhor ajuste entre os empregos existentes e as competências. No documento de orientação política “News skills for New Jobs”, a Comissão afirma que a identificação precoce de competências futuras é importante para a redução das disparidades de competências. A EFP – permite antecipar quais serão as competências a médio e longo prazo, de modo a garantir um melhor ajuste entre empregos e competências.

(Futur skill needs in Europe. CEDEFOP, 2008)

A política acima recomenda o seguinte:

  1. Incentivar uma maior colaboração entre os stakeholders relativamente ao ajuste da EFP às necessiadades atuais;
  2. O envolvimento de potenciais stakeholders na antecipação de futuras necessidades de competências e a criação e divulgação de boas práticas para uma melhor utilização da oferta de educação e formação (ação agora-at www.cedefop.europa.eu);

Objetivos

Nesse contexto, os objetivos principais do projeto são:

  • Partilhar as melhores práticas entre os diferentes parceiros e também entre os atores envolvidos no mercado de trabalho;
  • Familiarizar-se com as ferramentas existentes de diagnóstico de competências e prognóstico nas instituições europeias;
  • Aumentar o conhecimento sobre como desenvolver metodologias de projeção para antecipar as necessidades de competências;
  • Aumentar o conhecimento sobre como adaptar o sistema de formação às ofertas;